Paulo Câmara acolhe mais de 1,5 mil novos residentes da área de Saúde

WhatsApp Image 2021-02-26 at 14.54.04

Com um investimento de R$ 123 milhões em bolsas de residência, novos profissionais começam a atuar a partir da próxima segunda-feira (01.03) em todas as regiões do Estado

O governador Paulo Câmara comandou, nesta sexta-feira (26.02), solenidade de acolhimento dos mais de 1,5 mil novos residentes, entre médicos e profissionais da saúde, que irão atuar em unidades da rede estadual. Durante a cerimônia, com transmissão online, ele ressaltou a importância da formação profissional na constante busca pela melhoria do atendimento, diante do cenário nacional na área da saúde.

“Sabemos da importância de estarmos criando as estruturas, fazendo os investimentos necessários mas, principalmente, formando profissionais que estejam cada vez mais habilitados a salvar vidas”, destacou Paulo Câmara. Do total de novos residentes, 903 são de diversas especialidades médicas e 621 das demais áreas profissionais de saúde (modalidades uni ou multiprofissional).

O médico infectologista Demétrius Montenegro ministrou a aula magna, intitulada “Covid19 – Um ano depois. Para onde caminhamos?”. A partir da próxima segunda-feira (01.03), os profissionais iniciam seus respectivos programas de residência, nos quais permanecerão por um período de um a cinco anos, no caso da residência médica, e entre dois e três anos nos de outras áreas de saúde. O valor da bolsa é de R$ 3.330,43.

Este ano, serão investidos R$ 123 milhões em bolsas de residência, sendo R$ 87 milhões (71%) em recursos do tesouro estadual, o que representa um acréscimo de R$ 1,3 milhões em relação ao ano anterior. Quando se compara a previsão de 2021 com 2014, houve um crescimento de 125% no valor total despendido (R$ 54,4 milhões em 2014).

O secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que todos os profissionais serão interiorizados em áreas prioritárias, para qualificar a saúde dos pernambucanos. “Esses residentes estarão distribuídos em todas as regiões do Estado. A ideia é sempre apostar na interiorização desses processos de residência médica, porque fixa profissionais e garante assistência para a população mais perto de onde eles residem”, ressaltou Longo.

Entre as novidades ofertadas em 2021 estão a residência multiprofissional em Saúde Coletiva, com ênfase em Agroecologia, na Universidade de Pernambuco (UPE) – Campus Garanhuns; e a ampliação da residência multiprofissional em Saúde da Mulher e de Fisioterapia Hospitalar, ambas em Petrolina. Além disso, a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) incluiu seus programas de residência multiprofissional neste edital (programas em Saúde Mental, Intensivismo e Urgência e Emergência).

Também estiveram presentes à solenidade a presidente da Comissão Estadual de Residência Médica (Coreme/PE), Liana Medeiros Cavalcante, e a representante da Coordenação de Residências Multiprofissionais (Coremu), Marina Petribu.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Copyright © Governo do Estado de Pernambuco. Todos os direitos reservados – 2020

Para cancelar o recebimento dos boletins de WhatsApp do Governo de Pernambuco, informe seu telefone (com DDD).