Boletim Secretaria de Saúde do Estado – n° de casos

WhatsApp Image 2021-04-05 at 18.52.19

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (05/04), 709 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 93 (13%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 616 (87%) leves. Agora, Pernambuco totaliza 356.326 casos confirmados da doença, sendo 36.682 graves e 319.644 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Leia o boletim completo da SES-PE: 05.04 – BOLETIM COVID-19_COMUNICAÇÃO SES_PE-1

Além disso, o boletim registra um total de 300.939 pacientes recuperados da doença. Destes, 21.165 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 279.774 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 44 novos óbitos (26 femininos e 18 masculinos), ocorridos entre os dias 09/02/2021 e 04/04/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Afogados da Ingazeira (1), Araripina (1), Bom Conselho (1), Bonito (1), Cabo de Santo Agostinho (2), Carpina (1), Caruaru (1), Igarassu (2), Jaboatão dos Guararapes (4), Lagoa do Itaenga (1), Olinda (2), Ouricuri (1), Paudalho (1), Paulista (3), Recife (16), Riacho das Almas (1), São Lourenço da Mata (2), Toritama (1), Venturosa (1) e Vicência (1). Com isso, o Estado totaliza 12.421 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 29 e 90 anos. As faixas etárias são: 20 a 29 (1), 30 a 39 (3), 40 a 49 (4), 50 a 59 (8), 60 a 69 (16), 70 a 79 (9), 80 ou mais (3). Do total, 35 tinham doenças pré existentes: doenças Cardíacas ou Vasculares (20), diabetes (17), hipertensão (14), obesidade (8), doença respiratória (1), histórico de tabagismo (1), doença renal (1) e imunossupressão (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Quatro pacientes não tinham comorbidades e os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, atéagora, 27.865 casos foram confirmados e 47.197 descartados. As testagens entre os trabalhadores dosetor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo paratestare afastarosprofissionaisdaáreada saúdecom sintomasgripais.

VACINAÇÃO/ FORÇAS DE SEGURANÇA

Na última remessa de vacinas contra a Covid-19 para Pernambuco, foram destinadas doses para 2.374 trabalhadores das forças de segurança e salvamento. Com o percentual preconizado de 5% de perda, foram 2,5 mil unidades do imunizante disponibilizadas para esse público. Neste primeiro momento, o Plano Nacional de Imunização (PNI) indica que devem ser priorizados aqueles que atuam em ações relacionadas diretamente com o atendimento pré-hospitalar e estratégias relacionadas à vacinação contra a Covid-19.

Durante reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) na tarde desta segunda-feira (05.04), os gestores municipais e a Secretaria Estadual de Saúde pactuaram as recomendações para o início da imunização deste grupo. O Programa Estadual de Imunização (PNI-PE) dispensará as doses de forma gradativa e de acordo com as listas nominais que receberá dos serviços vinculados à Secretaria de Defesa Social (SDS) e às Forças Armadas e da oferta de novas doses pelo Ministério da Saúde (MS). A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) também solicitou aos municípios o levantamento do quantitativo de seus respectivos guardas municipais para que o Estado possa calcular todo o efetivo de segurança e pleitear, junto ao governo federal, o envio de mais doses para esse público, já que os cálculos do MS incluem apenas os policiais e agentes das Forças Armadas.

Também está em análise as próximas inclusões desse grupo prioritário, levando em consideração que o avanço da imunização nessa categoria levará em conta a disponibilidade de mais doses encaminhadas pelo Ministério da Saúde (MS). Além disso, o grupo será contemplado a partir da ordem de prioridade estabelecida em nota técnica do órgão federal.

“Estamos articulando com as autoridades locais sobre os principais critérios para vacinação dentro do grupo de profissionais de segurança e salvamento, aguardando também as orientações do Programa Nacional de Imunização para podermos identificar toda essa população prioritária e iniciar a imunização do grupo”, pontuou o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, durante a CIB. Segundo as estimativas, Pernambuco conta com cerca de 26 mil policiais e 12,5 mil agentes das forças armadas, totalizando um público de 38,5 mil profissionais de segurança e salvamento no Estado.

BALANÇO DA VACINAÇÃO

Pernambuco já aplicou 1.170.481 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 910.871 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 212.949 trabalhadores de saúde; 24.955 povos indígenas aldeados; 17.158 em comunidades quilombolas; 6.157 idosos em Instituições de Longa Permanência; 146.182 idosos de 64 a 69 anos; 321.181 idosos de 70 a 79 anos; 95.926 idosos de 80 a 84 anos; 85.457 idosos a partir de 85 anos; além de 906 pessoas com deficiência institucionalizadas.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 162.153 trabalhadores de saúde; 24.155 povos indígenas aldeados; 22 em comunidades quilombolas; 4.446 idosos institucionalizados; 1.964 idosos de 64 a 69 anos; 37.363 idosos de 70 a 79 anos; 23.857 idosos de 80 a 84 anos; 4.955 idosos a partir de 85 anos, além de 695 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 259.610 pessoas que já finalizaram o esquema.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Copyright © Governo do Estado de Pernambuco. Todos os direitos reservados – 2020

Para cancelar o recebimento dos boletins de WhatsApp do Governo de Pernambuco, informe seu telefone (com DDD).

Skip to content