Boletim Secretaria de Saúde do Estado – n° de casos

WhatsApp Image 2021-04-06 at 19.25.50

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta terça-feira (06/04), 2.179 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 162 (7%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 2.017 (93%) leves. Agora, Pernambuco totaliza 358.505 casos confirmados da doença, sendo 36.844 graves e 321.661 leves, que estão distribuídos por todos os 184 municípios pernambucanos, além do arquipélago de Fernando de Noronha.

Leia o boletim completo da SES-PE: 06.04 – BOLETIM COVID-19_COMUNICAÇÃO SES_PE

Além disso, o boletim registra um total de 303.491 pacientes recuperados da doença. Destes, 21.281 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 282.210 eram casos leves.

Também foram confirmados laboratorialmente 58 novos óbitos (29 femininos e 29 masculinos), ocorridos entre os dias 22/06/2020 e 05/04/2021. As novas mortes são de pessoas residentes dos municípios de Afogados da Ingazeira (1), Araripina (3), Belo Jardim (7), Bom Conselho (1),
Bom Jardim (3), Cabo de Santo Agostinho (3), Chã de Alegria (1), Dormentes (1), Garanhuns (3), Goiana (2), Itaquitinga (1), Jaboatão dos Guararapes (3), Lagoa do Carro (1), Lagoa Grande (1), Nazaré da Mata (1), Olinda (2), Paudalho (1), Pesqueira (4), Petrolina (5), Quixabá (1), Recife (6), Santa Terezinha (1), São Lourenço da Mata (1), Surubim (1), Tabira (1), Timbaúba (2) e Vicência (1). Com isso, o Estado totaliza 12.479 mortes pela doença.

Os pacientes tinham idades entre 18 e 101 anos. As faixas etárias são: 10 a 19 (1), 30 a 39 (3), 40 a 49 (8), 50 a 59 (8), 60 a 69 (13), 70 a 79 (16), 80 ou mais (9). Do total, 42 tinham doenças préexistentes: doença cardiovascular (20), diabetes (19), obesidade (6), hipertensão (4), doença respiratória (4), doença renal (3), doença de Alzheimer (2), câncer (2), histórico de AVC/AVE (2), tabagismo/histórico de tabagismo (2), doença neurológica (1), doença hepática (1) e etilismo (1) – um paciente pode ter mais de uma comorbidade. Um paciente não tinha comorbidades e os demais seguem em investigação.

Com relação à testagem dos profissionais de saúde com sintomas de gripe, em Pernambuco, até agora, 27.896 casos foram confirmados e 47.259 descartados. As testagens entre os trabalhadores do setor abrangem os profissionais de todas as unidades de saúde, sejam da rede
pública (estadual e municipal) ou privada. O Governo de Pernambuco foi o primeiro do país a criar um protocolo para testar e afastar os profissionais da área da saúde com sintomas gripais.

NOVOS LEITOS

Das 50 novas vagas de UTI anunciadas pelo governador Paulo Câmara, no último sábado (03.04) – exclusivas para o atendimento a pacientes com suspeita ou confirmados com Covid-19 – já entraram em funcionamento dez leitos no Hospital e Maternidade Santa Maria, em Araripina, no sertão pernambucano. Com esse reforço, a unidade conta, agora, com 50 leitos de Terapia Intensiva.

Com isto, Pernambuco totaliza 2.788 leitos dedicados aos usuários do SUS que apresentam a Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag), sendo 1.568 de UTI. As outras 40 vagas anunciadas pelo governador serão inauguradas até o final desta semana e irão contemplar mais quatro unidades: Hospital João Murilo de Oliveira, em Vitória de Santo Antão; Hospital Miguel Arraes, em Paulista; Centro de Educação Saúde Comunitário – Cesac Prado; e Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa, ambos no Recife.

De março até hoje, a rede estadual foi incrementada com 530 leitos de UTI dedicados aos pacientes com a Covid-19 – este número é quase 9 vezes maior que capacidade instalada de terapia intensiva do Hospital da Restauração – um dos maiores do SUS no país e a maior emergência pública do Norte e Nordeste.

PROFISSIONAIS DA SEGURANÇA

Os profissionais da segurança pública que atuam em Pernambuco começaram a ser imunizados contra a Covid-19, nesta terça-feira (06.04), em ato simbólico realizado no auditório da Secretaria de Defesa Social (SDS), no bairro de Santo Amaro, no Recife. Neste primeiro momento, serão vacinados 1.692 servidores das forças vinculadas à SDS e outros 808 trabalhadores de órgãos federais, a exemplo das polícias Federal e Rodoviária Federal, além das Forças Armadas. No evento, um servidor de cada operativa foi imunizado.

Prestigiando a solenidade, o governador Paulo Câmara lembrou que os governadores do Brasil haviam solicitado a inclusão dos profissionais de segurança pública e também de professores no Plano Nacional de Imunização, e afirmou que o momento marca o início de uma etapa muito importante. “Vamos continuar buscando alternativas e cobrando que as vacinas cheguem com mais celeridade. Nossa solicitação foi atendida parcialmente e continuamos na luta pela imunização dos trabalhadores da educação. A gente já mostrou ter condições de fazer com que o imunizante chegue em todos os municípios. A partir de agora, todos os novos lotes que chegarem a Pernambuco terão uma parte destinada aos profissionais de segurança. Isso oferece uma tranquilidade maior para eles, que estão na linha de frente”, frisou.

Sobre o recebimento de mais imunizantes, o governador reforçou que está buscando diversas alternativas para que a vacina chegue o mais rápido possível a todos os pernambucanos. “No mês de março, já houve avanços, mas ainda muito aquém do necessário. Esperamos que abril seja um mês melhor, e estamos na expectativa de outras vacinas chegarem, como a russa. Inclusive, hoje temos reunião com a Anvisa, buscando a liberação das 37 milhões de doses que foram adquiridas pelos governos do Nordeste”, finalizou Paulo Câmara.

Nesta fase, serão vacinados com a primeira dose apenas os profissionais empregados diretamente nas operações de fiscalização das medidas sanitárias, com atendimento direto ao público, resgate e salvamento, plantões de delegacias e servidores da ponta da segurança
pública. Serão aplicadas vacinas em 1.221 policiais militares, 316 policiais civis e em 155 bombeiros militares.

O secretário de Defesa Social, Antônio de Pádua, comemorou a inclusão da categoria no cronograma de imunização, e destacou como estratégica a atuação desses profissionais para o enfrentamento à Covid-19. “São servidores que estão nas ruas, prestando servidos essenciais, fiscalizando aglomerações e estabelecimentos, socorrendo acidentados e vítimas de violência, conduzindo para delegacias, fazendo abordagens de rotina, custodiando presos, realizando perícias em vivos e mortos. Pessoas que arriscaram, desde o início da pandemia, as suas vidas e a
de seus entes queridos para garantir a ordem e a tranquilidade social. Agora, eles receberão a protedão da ciência”, afirmou.

BALANÇO DA VACINAÇÃO

Pernambuco já aplicou 1.211.237 doses da vacina contra a Covid-19, das quais 943.558 foram primeiras doses. Ao todo, foram feitas a primeira dose em 213.935 trabalhadores de saúde; 24.955 povos indígenas aldeados; 20.291 em comunidades quilombolas; 6.157 idosos em Instituições de Longa Permanência; 160.703 idosos de 64 a 69 anos; 334.487 idosos de 70 a 79 anos; 96.446 idosos de 80 a 84 anos; 85.568 idosos a partir de 85 anos; 906 pessoas com deficiência institucionalizadas; além de 110 trabalhadores das forças de segurança e
salvamento.

Em relação à segunda dose, já foram beneficiados 164.233 trabalhadores de saúde; 24.155 povos indígenas aldeados; 22 em comunidades quilombolas; 4.446 idosos institucionalizados; 2.139 idosos de 64 a 69 anos; 41.682 idosos de 70 a 79 anos; 25.294 idosos de 80 a 84 anos; 5.013 idosos a partir de 85 anos, além de 695 pessoas com deficiência institucionalizadas; totalizando 267.679 pessoas que já finalizaram o esquema.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Copyright © Governo do Estado de Pernambuco. Todos os direitos reservados – 2020

Para cancelar o recebimento dos boletins de WhatsApp do Governo de Pernambuco, informe seu telefone (com DDD).

Skip to content